PESAR POR PROFª. ELSIE STUDART GURGEL DE OLIVEIRA

É com profundo pesar que registro aqui o falecimento na tarde de ontem, 25 de julho de 2013, da Sra. ELSIE STUDART GURGEL DE OLIVEIRA, professora, escritora, funcionária aposentada do DNOCS e prestigiada colaboradora do Instituto do Câncer do Ceará (ICC).
Pessoa de invejável cultura, cultora das letras, detentora de uma memória prodigiosa, exibia o dom da escrita, com inegável primor e aguçada sensibilidade, com incursões em diferentes gêneros literários.
Dividiu com Marcelo Gurgel a autoria de vários livros. E Marcelo, que foi também editor de livros de Elsie Studart, ainda tem sob custódia trabalhos da escritora (a serem divulgados em caráter póstumo).
Sou-lhe especialmente grato por ter sido a grande colaboradora da publicação de "PORTAL DE MEMÓRIAS: Paulo Gurgel, um médico de letras".
Consternado, apresento meus sentimentos ao seu esposo Adbeel Gees de Oliveira e aos seus filhos Adbeel Filho, Alexandre, Adriano, Angelina e Igor.
P.S.: O corpo da Sra. Elsie Studart Gurgel de Oliveira está sendo velado no Cemitério Jardim Metropolitano, onde será sepultado às 10 horas de hoje (26/07/13).

ANIVERSÁRIO DE CELINA. VÍDEO EM HOMENAGEM

Para homenagear a médica Celina Côrte Pinheiro, que aniversaria hoje (24/07/13), a médica, historiadora e viodeomaker Ana Margaria Arruda preparou este vídeo alusivo à data.
Foi publicado originalmente em seu blog Memórias.

Parabéns, Celina, por seu aniversário natalício. E por sua proficiente gestão na presidência da Sobrames Ceará.
10/08/2013 - Resposta de Celina através do blog Memórias
Obrigada, Paulo, por seu afeto.
Foi o meu aniversario mais simples e o mais bonito! Perdemos algo por um lado e somos recompensados de outras formas através dos filhos, netos e amigos.
Este vídeo rendeu tantas alegrias que, ainda ontem, recebi comentários sobre o meu aniversario e o afetuoso e bem feito trabalho da Ana Margarida.
Muito bom conviver com gente talentosa!

O MANIFESTO DO GRUPO SIRIARÁ DE LITERATURA

O Grupo Siriará de Literatura, que eclodiu no final da década de 1970, além de um manifesto e de uma revista que morreu com o primeiro número, não deixou uma contribuição significativa, enquanto movimento de renovação estética e literária. "Foi uma atitude", segundo o crítico literário Dimas Macedo, "com a disposição de aglutinar uma proposta concreta de ação ou coisa que o valha. Mas é indiscutível, também, que provém&nbsp do Siriará alguns dos melhores escritores cearenses da década de 1980, com raízes num período bem anterior, que remonta à criação da revista "O Saco", uma das mais originais publicações brasileiras".
Manifesto
Em 14 de julho de 1979, o Grupo lançava o seu manifesto. Aqui o transcrevo na íntegra:
1) Contra a ritualística de um passado que formal e conteudisticamente não mais representa a realidade nordestina do momento. Viva Graciliano, José Américo, Zé Lins do Rego, O Quinze de Rachel, João Cabral, Grupo Clã... Viva. Como lição, roteiro, experiência. Superação, não supressão. A seca e o sonho continuam. A favor de um texto terra (conteúdo); de um texto mestiço (forma); de um texto Siriará (intenção e linguagem).
2) Contra o colonialismo interno do sul e a condenação regionalista da literatura nordestina. A favor de uma literatura sem vassalagem, nordestinagem, inferioridade. Pensar e sentir o Nordeste e ter o direito de perguntar pelo Brasil. E não somente o Nordeste, território à parte.
3) Contra modelos e formas de pensar e escrever importados – impostados, impostos – pastagem alienante da culturália tupiniquim mal pensante. A favor de uma literatura brasileira brasílica. Autóctone. Sem totens nem tabus. Sem “fervor reverencial” à cultura da solene mamãe Europa e adjacências e/ou do executivo caubói do Arizona. O universo situado a partir de um discurso e uma linguagem crítica que reflitam a nossa própria situação/condição histórica. Pensar e sentir o Brasil no mundo. E o mundo no Brasil. A favor de uma escritura nordestina/brasileira, brasileira/planetária. Força centrípeta e centrífuga da linguagem. Da literatura. Da História. Da sabedoria cosmo-nativa.
4) Contra toda forma de opressão, de repressão política e/ou cultural. Fora, fuuu – a máscara policialesca da moral e dos bons costumes (literários). Fora a censura planaltina. Fora, fuuu – todas as patrulhas. E todos os pulhas ideológicos e literários. Queremos a verdade e a sinceridade. Ainda que tarde. Pra tudo rimar com Liberdade. A favor de uma literatura de combate, de questionamento, de indagação. De si mesma. Do indivíduo. Da sociedade. Do Brasil D. R. isto é, Depois de Rosa. Aqui e sempre. AVE, PALAVRA.”
Assinaram este manifesto os seguintes escritores: Adriano Spínola, Airton Monte, Antonio Rodrigues de Sousa, Batista de Lima, Carlos Emílio Correa Lima, Eugênio Leandro, Fernanda Teixeira Gurgel do Amaral, Floriano Martins, Geraldo Markan Ferreira, Jackson Sampaio, Joyce Cavalcante, Lydia Teles, Márcio Catunda, Maryse Sales Silveira, Marly Vasconcelos, Natalício Barroso Filho, Nilto Maciel, Nirton Venâncio, Oswald Barroso, Paulo Barbosa, Paulo Véras, Rogaciano Leite Filho, Rosemberg Cariry e Sílvio Barreira.
Referências
A revista O Saco e o Grupo Siriará por Nilto Maciel, Literatura sem fronteiras
O Grupo Siriará de Literatura por Batista de Lima, Cronópios
O Manifesto Siriará por Batista de Lima, Caderno 3 - Diário do Nordeste
Literatura e escritores cearenses por Dimas Macedo, bric-à-brac
Literatura cearense - Memória viva, Caderno 3 - Diário do Nordeste (26/04/2008)

MISSA PARA VLADIMIR MORAIS - 5 ANOS DE SAUDADES

Ontem, 15 de julho de 2013, às 19 horas, na Capela do Hospital Geral de Fortaleza (do Exército) foi celebrada uma missa em honra e homenagem ao inesquecível MANOEL VLADIMIR CABRAL DE MORAIS.
São cinco anos de saudades do amigo e colega Vladimir, um dos filhos do saudoso jornalista Morais Né. A Lúcia Bessa, viúva de Vladimir, um grande abraço de estima, solidariedade e recordações.
Vladimir Morais, Recordando Vladimir e Missa para Vladimir Morais (de 3 anos)

A FESTA EM 2013 DOS MÉDICOS FORMADOS EM 1971 PELA UFC - 2

Face à impossibilidade de realizar em Natal a comemoração dos nossos 42 ANOS DE FORMADOS EM MEDICINA, este evento está sendo programado para o município de Aquiraz - CE.
O local escolhido é o Hotel Dom Pedro Laguna, na Praia da Marambaia. O período do evento continua sendo o de 15 (feriado) a 17 de novembro.
Estão organizando a programação os colegas José Luna, Roberto Marques e Sônia Lobo.
Para mais informações e inscrição no evento, o colega deverá contatar com o Sr. Willy Schlachter (99533814 e 32617455).
25/01/2014 - Atualizando a postagem com publicação dos nomes dos colegas que participaram do evento
FRANCISCO JOSE BATISTA DA SILVA c/ MARIA LUCIA
OTAVIANO BENEVIDES DE ALENCAR ARARIPE c/ SILVÂNIA
NOELMA DE MAGALHÃES SALES
MARIA ALICE DE MAGALHÃES SCARANELLO
JOSE LEITE GONDIM CAVALCANTE c/ MARIA
JOSE ROOSEVELT NORÕES LUNA c/ ZÉLIA
ROBERTO BARRETO MARQUES c/ MARIA SOCORRO
LUCIANO ALVES FAÇANHA
ROBERTO MISICI c/ VEULENA
CLÓVIS RODRIGUES VIANA FILHO c/ MARIADNE
CESAR AUGUSTO DE LIMA E FORTI c/ MARIA SIRLIANE
ANTONIO NEWTON SOARES TIMBO c/ SONIA
ERCÍLIO GUIMARÃES DO NASCIMENTO c/ ACOMPANHANTE
MARIA AUXILIADORA BARROSO c/ ALCÍRIO
MARIA LENI DO MONTE c/ LUIS BENEDITO
MARIA DE FÁTIMA MONTE c/ VICENTE
JOSE LUIZ DA PAZ c/ CECELIA
GETULIO NUNES DO REGO c/ MARIA SALETE
ROBERTO BRUNO FILHO c/ SHIRLEY KELLY
JOSE NILO DOURADO c/ VANIA KELLY
HUGO ALVES DE MENDONÇA JR c/ ACOMPANHANTE
CARLOS ALBERTO SOARES c/ ACOMPANHANTE
ARTUR PEREIRA E SILVA c/ LIA
SÔNIA MARIA CARNEIRO DE MESQUITA LÔBO
REGINA ALICE FREIRE COUTINHO
JUCIONOU COELHO SILVA c/ ACOMPANHANTE
ANTONIO LAGES ALVES c/ TEREZINHA DE JESUS
Fonte: weltur@yahoo.com.br

RAFINHA 4.0

Rafael Adeodato Vieira, filho de Melissa e Fernando, comemora hoje (06/07) o seu quarto aniversário.
A festa acontecerá no buffet Arrelia Rock II, em Campinas - SP, a cidade em que Rafinha mora, no horário das 19 às 23 horas.
Parabéns para hoje, felicidades para sempre!
São os nossos votos.
Matheus (primo), Érico, Natália, Elba e Paulo