O RETRATO DA TURMA DO COLEGIAL

A acidental queda de um livro da estante pode nos levar para tão longe...
Como já disseram: a queda de uma folha das árvores é orquestração de Deus!

Diogo Fontenelle

Cai da estante um livro com uma velha fotografia,
É o retrato perdido da turma do colegial reunida.
É um clarão de saudade pelo olhar azul-fantasia,
É a fotografia risonha de tanta esperança florida.

A velha turma pouco se reuniu ao apagar do sonho,
Era tanto encantamento a virar apenas sono vazio.
Eis que havia um tempo para cada plantio risonho,
Um tempo para cada floração de lírio e lótus do rio.

A velha turma pouco se reuniu ao longo dos enganos,
Cada qual seguiu seu labirinto pelo remar do destino.
Quantos futuros deixamos de povoar feito ciganos?
Ó ilusões da Juventude gazela a dobrar alegres sinos!

A PRAÇA E O VENTO

Houve um tempo na mui leal e heroica cidade de Fortaleza de Nossa Senhora de Assunção em que os rapazes ficavam na Praça do Ferreira à espera do vento que levantava as saias das moças.

PEQUENO COMENTÁRIO SOBRE "CONFISSÕES DE AMOR"

Fortaleza, 10 de Agosto de 2016​
Minha querida Ana Margarida, seu "Confissões de Amor" é um tratado minuciosamente documentado sobre o amor verdadeiro, podendo-se considerar como uma projeção amplificada do ato de amar por dois seres que se encontram e se definem numa unificação completa, com base na admiração, entendimento, atrações físicas e intelectuais.
Seu "Confissões..," não me surpreendeu pelas revelações claras e sinceras de seu "radioso amor" por Rose e dele por você, como está no bilhete, em que ele próprio afirmou "como é radioso o seu amor", em 10 de julho de 1994.
Digo isso porque fui testemunha dos primeiros momentos em que raios te atingiram, trovões ribombaram e relâmpagos "radiosos" encheram a sala do I Workshop sobre Tabagismo, no Hotel Paia Verde, em Fortaleza, em 3 dezembro de 1993. Senti-me desde então extravasante de entusiasmo pelo surpreendente desencadear de uma paixão tão intensa, tão seminal.
Seu tratado desmente por completo a teoria de que a paixão é transitória e de que o amor incondicional é o sentimento que a substitui e é perene.
Você e Rose provaram o contrário. São protagonistas da única junção Paixão-Amor de que tenho notícia no meu dia a dia, que nunca se apartaram, mas imanaram-se. O Amor-Paixão virou o eterno amor apaixonado.
Não deixo por menos essa minha colocação: desde o primeiro momento, naquele "Workshop" acendi a percepção de que nascia naquela hora um caso de amor, no mínimo especial e fadado a ser profícuo por todos os tempos.
Esse amor contagiou e ainda contagia os que estiveram inseridos no contexto original dessa escalada sentimental, ou que tiveram acesso aos seus escritos. Esses servem e servirão para uso fruto dos que têm aura própria para sucumbirem ao amor e até dos que não a têm.
Olho para você Ana, e vejo AMOR.
Grande e forte abraço de uma admiradora de longas datas, que a tem na mais elevada estima e consideração, como colega, amiga e escritora.
Parabéns efusivos por seu "Confissões de Amor".
Márcia Alcântara Holanda, médica pneumologista
membro da Academia Cearense de Medicina
(nota transcrita do blog MEMÓRIAS)

PESSOA SUSPEITA

Bolsa de Valores de Brasília, 1975 ou 1976.
Com os grande amigos, Pedro Paulo Chaves e Nivaldo Soares da Costa.
À esquerda, cabeludo, calça vermelha, camisa xadrez, um indivíduo totalmente em desacordo com um ambiente de mercado de capitais. Pior ainda, era Operador de Pregão e depois se tornou Chefe de Divisão.
Segundo a Abin, Fernando Gurgel Filho, colaborador de EntreMentes e Linha do Tempo, seria hoje uma pessoa suspeita de atos de terrorismo.

A AVENIDA BEZERRA DE MENEZES

A Avenida Bezerra de Menezes corta quatro bairros: Otávio Bonfim, Monte Castelo, São Gerardo e Parquelândia. Começa na esquina com a Rua Padre Ibiapina e termina no cruzamento com a rua Humberto Monte.
A via tem este nome em homenagem a Adolfo Bezerra de Menezes Cavalcanti (Riacho do Sangue, 29 de agosto de 1831 — Rio de Janeiro, 11 de abril de 1900), que foi médico, militar, escritor, jornalista, político, filantropo e expoente da doutrina espírita. Bezerra de Menezes era conhecido como "O Médico dos Pobres".
Antônio Bezerra, que foi seu pai, emprestou também o nome ao antigo distrito de Antonio Bezerra, atualmente desmembrado em vários bairros de Fortaleza.
High lights
Dentro das comemorações dos 84 anos do poeta Juvenal Galeno da Costa e Silva, foi inaugurada a Rua Juvenal Galeno, com início na Praça Paula Pessoa (São Sebastião) e prosseguindo em direção ao poente. É hoje o início da Avenida Bezerra de Menezes. Existe no Benfica outra Rua Juvenal Galeno. Fonte desta informação: Portal da História do Ceará (27/09/1920)
1959 - Inicio do alargamento da Avenida Bezerra de Menezes.
1966 - Inauguração pelo prefeito general Murilo Borges da "Nova Bezerra de Menezes", unindo a Praça Paula Pessoa (São Sebastião) à Avenida Mister Hull.
No dia de inauguração, depois do corte da fita simbólica pelo prefeito, teve início uma grande confraternização entre os moradores da região, que promoveram um grande banquete numa mesa quilométrica repleta de iguarias, ao longo da avenida. Sou testemunha ocular dessa história. Dizia-se que a "Nova Bezerra de Menezes", com seu passeio central, acostamento, várias pistas e retornos, seria a avenida que "ensinaria o fortalezense a dirigir o carro no trânsito de uma cidade grande".
2015 - Implantação pelo prefeito Roberto Claudio do Corredor Expresso da Avenida, com 8,2 km de extensão, para reduzir o tempo de viagem das linhas de ônibus que transitam na região.
Ver também 
OTÁVIO BONFIM. COMÉRCIO, INDÚSTRIA E SERVIÇOS..., O BONDE ALAGADIÇO, A LINHA GRANJA PARAÍSO e ZÉ PINTO - 2

CASAMENTO DE LIANA E RAFAEL

A cerimônia de casamento de Liana e Rafael, ela - filha de Antônio Aniceto de Almeida e Sofia Maria de Oliveira Almeida, e ele - filho de José Gurgel Carlos da Silva e Isabel de Fátima Vieira dos Santos, será realizada hoje (6), às 16 horas e meia, no Buffet Le Jardin, no Parque Manibura, em Fortaleza, Ceará.
Após a cerimônia, os convidados serão recepcionados no mesmo local.
07/08/2016 - Atualizando esta postagem:
A cerimônia de casamento foi oficiada no próprio buffet. E, na recepção que transcorreu com leveza, os convidados foram brindados com um empolgante show de Gleidson Jackson, o cover cearense de Michael Jackson.
Rafael e Liana