AS "PÍLULAS DO MATO"

Minha avó Almerinda costumava fazer referências a elas. Eram muito populares e, nos meus tempos de menino em Otávio Bonfim, podiam facilmente ser compradas nas mercearias do bairro. Mas não tinha a menor ideia para que as tais "pílulas do mato" serviam. E se persisti nessa ignorância foi porque jamais perguntei isso à minha avó.
Muitos anos depois, ao trabalhar como médico no Hospital de Messejana, vim a conhecer Dr. Jorge Matos. Uma grande figura humana que chefiava o serviço médico-assistencial da instituição. Corrigiu-me ele o nome do medicamento: de "pílulas do mato" para... "Pílulas do Cirurgião Dr. Matos", explicando-me ter sido esse cirurgião um bisavô dele.
Foi em 1846 que Dr. Mattos desenvolveu as pílulas que levam o seu nome, ao fazer uma associação da "cabacinha" com a "batata-de-purga", plantas que ele colhera no Sítio Alagadiço Novo de propriedade do Senador Martiniano de Alencar. E elas foram, por muitos anos, o fitoterápico de maior preferência no meio rural do Norte e Nordeste do Brasil. O filho do cirurgião Mattos, Joaquim de Alencar Mattos tornou-se farmacêutico e revestiu as pílulas inventadas pelo pai com prata, para evitar falsificações e fez o registro no Ministério da Saúde em 1908 (reg. N º 5).


Imagem do fruto da Luffa operculata, planta vulgarmente conhecida por "cabacinha", a qual entra na composição das "Pílulas do Dr. Mattos"


Transcrito do blog EntreMentes, onde se pode ler também uma nota sobre o falecimento do Prof. Abreu Matos (irmão de Dr. Jorge Matos), que foi uma referência nacional no estudo das plantas medicinais.

8 comentários:

Anelice Cajado disse...

afinal pra que serve a pilula do mato?

Paulo Gurgel disse...

Anelice Cajado,
Servia como analgésico, anti-inflamatório, diurético, laxante etc.

Anônimo disse...

Serve pra crianca e adulto tomar?

Paulo Gurgel disse...

Este artigo não se destina a incentivar a automedicação.
Essas pílulas foram muito populares no passado quando não havia o rigor científico como o que se exige para os atuais fármacos.
A Anvisa já proibiu o comércio deste produto.

Anônimo disse...

Quer dizer q serve pra nada, pq não explicou nada nada

Paulo Gurgel disse...

As pílulas do Dr. Mattos (ou "pílulas do mato", como eram chamadas) não tinham comprovação científica para os efeitos então apregoados (analgésico, anti-inflamatório, diurético, laxativo etc.).
É possível que não passassem de um placebo.

Dhaliete Tb disse...

A pílula do mato pode causar a morte

Anônimo disse...

Pílula serve para carrapato ?