"VELHO PALHAÇO"

Ao ler o Caderno 3 do Diário do Nordeste, edição do dia 22/01/07, eis que tive a notícia de um amigo dos velhos tempos. Dos anos 60, quando morávamos no bairro de Otávio Bonfim. É o Paulo Gomes (em foto atual, ao lado). Aproximados por nossos gostos com relação à música popular brasileira, nos encontrávamos muitas vezes para mostrar, um ao outro, as composições que fazíamos. Ele, tradicionalista, compunha sambas, marchas e frevos. Quanto a mim, carregando a mão nos acordes dissonantes, elaborava umas certas canções bossanovísticas. E sonhávamos em vencer festivais
Houve um festival da terra em que Paulo Gomes teve uma música classificada. O xará me convidou para que, ao lado do grande violonista Cláudio Costa, eu o acompanhasse na apresentação. Paulo Gomes, ele mesmo, não tocava qualquer instrumento musical. Compunha as suas músicas a ritmar com as mãos e a cantarolar. Na qualidade de discípulo do Cláudio Costa, eu já dedilhava na época um violão, mas com muito ainda a aprender. Por isso, durante a apresentação da sua música no festival, cuidei de não esquecer o principal detalhe. O de me posicionar, no palco, de uma forma que eu pudesse olhar o braço do violão do mestre. E o que ele fez lá, eu fiz cá.
Mas a reportagem do DN fala de um Paulo Gomes que ainda compõe. E que colocou uma marcha-rancho, de nome “Velho Palhaço”, em um festival de marchas carnavalescas no Rio de Janeiro. Já em situação de finalista, depois de concorrer com mais de mil canções, e com possibilidade de sair no Fantástico. Dependendo, é claro, de uma força que os conterrâneos possam dar ao “Velho Palhaço” através da internet.
Parabéns, velho amigo. Ouvi, gostei e já estou a votar.

Publicado no EntreMentes (Blog do PG) em 26/01/07.
Aqui transcrito, em 03/06/09, por ser assunto que pode interessar
aos leitores do blog Família Gurgel Carlos.

Post scriptum
A marcha-rancho "Velho Palhaço", do amigo Paulo Gomes, ficou entre as 10 finalistas do festival de marchas carnavalescas. Nesta condição, foi para o seletíssimo grupo das 3 finalistas, com direito à apresentação no programa Fantástico. Em 11/02/07, apresentadas as três músicas nesse programa da Globo, o resultado final foi o seguinte:
II Concurso Nacional de Marchinhas de Carnaval
(Promoção da Fundição Progresso / Apoio da Rede Globo)
1º lugar - “Prá Carmen” (de Bete Bissoli, interpretada por Soraya Ravenle) – marchinha campeã do concurso, compositora agraciada com o Troféu Chiquinha Gonzaga.
2º lugar - “Marcha da Descompostura” (de João Cavalcanti, interpretada pelo autor).
3º lugar - “Velho Palhaço” (de Paulo Gomes, interpretada por Pedro Paulo Malta).
O vídeo da apresentação do "Velho Palhaço" no Fantástico encontra-se atualmente fora de catálogo da Globo Vídeos. Pesquisando, porém, no YouTube (sempre ele!) encontro esse vídeo com a marcha-rancho de Paulo Gomes.


Nenhum comentário: