TRÊS PERIÓDICOS CEARENSES

Dentre os periódicos em circulação no Estado do Ceará, nos últimos 40 anos, três deles tomam aqui minha atenção Comum às três publicações, a gratuidade e a circulação dirigida, de modo especial para a categoria médica, de onde muitos dos seus colaboradores foram recrutados.
O primeiro deles foi criado pelo empresário Edmilson Alves de Sousa, diretor-presidente do grupo "A Ferragista", em outubro de 1976. Com o nome de "Informativo A Ferragista", tinha o formato de tabloide, era impresso numa inconfundível cor sépia e sua tiragem ficava na casa dos 10 mil exemplares por edição. Inicialmente, composto e impresso no parque gráfico do "Tribuna do Ceará", depois de algum tempo, o "Informativo A Ferragista"passou a ser rodado no "Jornal O Povo".
Edmilson arcava com os custos de seu house organ, embora estes fossem em parte cobertos pela inserção de anúncios de fornecedores da sua loja. Ele deu continuidade à sua publicação até outubro de 1983, quando o jornal logrou alcançar a marca de 81 números.
Nos anos 80, circulou também em nosso estado a revista "Cooper News", destinada a divulgar as boas práticas para uma vida saudável. O jornalista Edmundo Vitoriano que, por muitos anos, escreveu a coluna "Gente e Fatos", no "Jornal O Povo", foi o proprietário e editor dessa revista. Assim como tinha sido de "A Ferragista", fui também um colaborador da "Cooper News".
Cronologicamente, o último deles é o "Jornal do Médico", Fundado em outubro de 2004 por Juvenal Menezes, jornalista, e Nahimi Argollo, administradora, é atualmente administrado pelo publicitário Josemar Argollo, com a proposta de ser um canal de comunicação sobre medicina e saúde. Além da revista impressa, de bom conteúdo e excelente apresentação gráfica, o "Jornal do Médico" agrega um Portal Web, Social Media (Facebook, Twitter e Instagram) e grupos WhatsApp. Meu irmão Marcelo Gurgel é um dos conselheiros desta revista.
http://blogdopg.blogspot.com.br/2008/10/informativo-ferragista.html
http://jornaldomedico.com.br/
Marcelo Gurgel, Josemar Argollo e Lúcio Alcântara
numa reunião da Sobrames Ceará

Nenhum comentário: